"Se exponho a você minha nudez como pessoa, não me faça sentir vergonha!"

sexta-feira, 21 de maio de 2010

E a vida continua...

"A vida continua plena de esperança e trabalho, progresso e realização, em todos os distritos da vida cósmica, ajustada às leis de Deus", revela Emmanuel enquanto comenta a obra de André Luiz, psicografada por Chico Xavier.
E a vida continua... é um belíssimo relato sobre a verdade, o amor e o perdão. A verdade que está muito além dos olhos físicos e nos permite rever nossas vidas, com todos os erros e acertos, e traçar novos caminhos ao lado daqueles que amamos e/ou precisamos amar.
E amor aqui é um conceito que vai longe dos prazeres carnais, das paixões passageiras e do egoísmo. O amor que é missão dos personagens Evelina e Ernesto, mesmo depois da morte física, é o amor santificado pelo trabalho em prol do irmão. Evelina e Ernesto aprendem no plano espiritual que suas vidas estão interligadas, para sempre, às vidas daqueles que deixaram na Terra. E o que, a princípio, parece doloroso como a separação física dos entes queridos ou o remorso pelos crimes cometidos, vai se transformando, aos poucos, em oportunidade de crescimento.
E se a oportunidade de crescer em grupo não é tarefa fácil, exige estudo e trabalho constantes, também podemos contar com a certeza do amparo. Todos os personagens de E a vida continua... se relacionam direta ou indiretamente, mas eles não estão sozinhos. O livro mostra que cada um é acompanhado de perto pela espiritualidade. Não existe abandono quando o assunto é a vida eterna. Estamos e estaremos sempre amparados pelos nossos amigos espirituais. E isso vale para todos: ser amparado e amparar! Nenhuma alma pode evoluir se deixar para trás quem dela precisar.
E, finalmente, o perdão. E a vida continua... traz para o leitor a importância do auto-perdão e do perdão ao próximo. Atitude das mais difíceis, perdoar é se libertar das amarras mentais que nos prendem a sentimentos inferiores como o ódio, a mágoa, o rancor e a vaidade. Perdoar é compreender que os erros fazem parte da condição humana, tanto os nossos quanto os dos nossos irmãos. Dar mais uma chance, ser paciente e amoroso com aquele irmão que nos fez sofrer é prova de amor, mas é também estrada para uma vida futura repleta de luz.
Graças à Deus, a vida continua!

Um comentário:

Mirian disse...

Oi Tereza, que legal, vc blogueira!!! Parabens pelo trabalho! Ha cerca de uns quatro anos eu venho acompanhando o trabalho de uns blogueiros do Brasil, atraves dos pod-casts que eles produzem. Esta eh a melhor maneira, encontrada por mim, de ficar realmente pertinho da cultura brasileira. Vc ja pensou em criar um pod-cast? Existem varios encontros de blogueiros e pod-casters por ai, sao muito legais! Assim que minha menina ficar maior um pouquinho, ate eu penso em entrar para este mundo. ps. sempre que postar um novo texto, anuncie no orkut, para que possamos acompanhar seu trabalho. Parabens! E um forte abraco, Mirian Amorim,