"Se exponho a você minha nudez como pessoa, não me faça sentir vergonha!"

terça-feira, 3 de fevereiro de 2009

Tu já não és

"Aqui estou, esperando por ti
Por vezes, parece-me ver-te ao longe, mas logo me desengano
Não és tu ainda

Como o tempo pode ser tão lento e a esperança tão violenta
Impaciento-me e começo a duvidar
(Ah, a dúvida, essa praga que se instala e corrói tudo à sua volta)
Pareceu-me ver-te outra vez
Não és tu

Começo a pensar noutras coisas para tentar fazer a espera mais leve
Qual quê, acabo sempre a pensar em ti
Olho à volta para todos os lados ainda na esperança de te ver
Por fim, levanto-me e sigo o meu caminho
Tu já não és"

3 comentários:

Anônimo disse...

Alguém Que Te Faz Sorrir

Eu nunca consegui saber diferenciar
Não querer com não mais sentir
Não merecer com não mais amar

E hoje eu estou aqui
Sem ter lugar pra ficar
Escrevendo canções pra que
Você possa escutar
Com outro alguém do seu lado

Alguém que te faz sorrir
Alguém que vai te abraçar
Quando a escuridão cair
Te impedindo de me enxergar
E eu que hoje estou aqui
E pra sempre vou ficar
Segundos antes de dormir
De mim você vai lembrar

Tente me ouvir
Tente me ver

Um outro alguém (vou mudar)
Eu juro que eu vou ser!

Alguém que te faz sorrir
Alguém que vai te abraçar
Quando a escuridão cair
Quando você precisar
De alguém que não vai mentir
Que não quer te magoar
Segundos antes de dormir
De mim você vai lembrar.

(Alguém que te faz sorrir
Alguém que vai te abraçar
Quando a escuridão cair
Quando você precisar
De alguém que não vai mentir
Que não quer te magoar
Segundos antes de dormir
De mim você vai lembrar)

Mônica disse...

Que bom saber que vamos ter companhia na terra do tango, amiga!!Adorei a notícia! Quem sabe a gente não " importa" uns argentinos gatos, kkk!!!Beijooos!!

Janaína Borges disse...

Que lindo isso!
Compartilho o mesmo sentimento!! :)

Você é minha ídola, Tereza! hahahaha... Adoro visitar vc por aqui.
Beijinhos