"Se exponho a você minha nudez como pessoa, não me faça sentir vergonha!"

domingo, 31 de agosto de 2008

Envelhecer com respeito

Hoje foi “Dia de fazer a diferença” no Lar de Idosos Sagrada Família. A iniciativa é mundial e, em Goiânia, foi coordenada pela Rede Record e seus parceiros. Eu fiz a diferença! Como boa cristã que sou, doei algumas horas do meu precioso domingo a velhinhos simpáticos e cheios de vida. Dancei, cantei, conversei, servi bebida e comida.
Que festa! Nunca vi tanto voluntário... Mas será que fazer a diferença é só isso? O que mudou na rotina desses homens e mulheres? Por acaso vão enfrentar a velhice com mais coragem e saúde? Sei que eles se divertiram e isso é muito importante, mas não é tudo.
Quanto a mim, posso garantir que o dia foi, no mínimo, diferente. Ficar cara a cara com a realidade incomoda. Apavora pensar em envelhecer. E eu não estou falando da falta de políticas públicas para o idoso no Brasil, eu estou falando de família. Quem vai cuidar de mim? E, bem antes disso, de quem eu vou cuidar?
Também dá medo pensar que, provavelmente, eu não esteja preparada para o envelhecimento daqueles que amo. E está na hora de começar a pensar no assunto. Apoio, atenção e carinho! É o mínimo que um filho deve oferecer àqueles que lhe deram a vida.
Parece egoísmo, mas se cada um amparasse, pelo menos, o seu idoso, os abrigos não estariam tão cheios de tristeza e abandono. Vamos cuidar dos nossos “velhos” e, mais do que isso, vamos preparar as novas gerações para que cuidem de nós. Isso é respeitar o futuro. Isso é fazer a diferença!

2 comentários:

Mayara Vila Boa disse...

Acho engraçado que nunca estamos preparados para as coisas mais óbvias da vida: envelhecer e morrer. E desde que nascemos já estamos fadados a passar por isso. É a vida...
bjos

Lívia Ribeiro. disse...

ótimo texto! Se cada indivíduo fizesse sua parte dentro da sua própria família realmente não teria tantos idosos em asilos. Temos que refletir pois cada um de nós caminhamos para a velhice!

Amei a foto dos idosos (tem um cachorrinho e vou dizer também um gato)